Estava nos Estados Unidos, como participante de mais um treinamento com Christine Day. Nosso grupo internacional estava ancorando o primeiro curso de níveis XV e XVI do planeta. Houve um momento em que me veio um insight, e reproduzo a seguir como foi minha partilha, diante do grupo:

Miklos: sabe, Christine, sempre pensava em dois dizeres muito belos, um deles é que, para cada passo que damos na direção de Deus, Ele dará dez ou cem passos em nossa direção. O outro é que Deus está mais próximo de nós que a pálpebra está do olho.

Christine: sim, muito bonito isso.

Miklos: mas me ocorreu agora que o primeiro dizer é falso! Não há passo nenhum para dar, porque não existe distância nenhuma! Se o segundo dizer é correto, e é o que sinto, que não existe separação nenhuma entre eu e Deus, então o primeiro dizer é falso.

Christine: você está se libertando.